Main menu
Indígenas vivem primeira experiência como professores do Pronatec nas aldeias

Indígenas vivem primeira experiência como professores do Pronatec nas aldeias

Josimar Pedrosa da Silva Katukina, filho de João Rosa da Silva Katukina e Maria José Pedrosa Katukina. A raiz é só mais um motivo para Josimar saber a importância da educação ser levada até os povos indígenas. Ele concluiu o ensino médio em uma escola instalada na aldeia onde nasceu e isso abriu o caminho para que ele pudesse fazer o curso de “Agente de Saúde Indígena” e ter uma profissão.

Depois de certificado, Josimar atuou como agente de saúde na aldeia e também como professor do ensino básico na escola onde estudou. E agora, pela primeira vez, atua na qualificação profissional.

Josimar é professor do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A primeira experiência no Programa foi na aldeia dele, a aldeia Katukina. Ministrou a disciplina “Saúde e Segurança no trabalho” para a turma do curso de Agricultor Florestal.

“A minha experiência foi ótima!! Foi a primeira vez que trabalhei com o Pronatec e os alunos demonstraram aproveitamento das aulas e isso é maravilhoso. Poder compartilhar o que aprendi com o meu povo e aprender mais ainda com eles é muito importante”, destacou Josimar.

O curso de Agricultor Florestal beneficia 20 alunos indígenas na aldeia Katukina, localizada na BR-364, há 50 minutos do município de Cruzeiro do Sul. Curso ofertado, também, graças a ajuda de parceiros, é o que destacou a coordenadora adjunta do Pronatec na regional Vale do Juruá, Aline Araújo.

“A Fundação Nacional do Índio, a FUNAI e a Organização dos professores indígenas do Acre, a Opiac, são as nossas principas parceiras. Temos muito a agradecer a essas duas instituições. Eles participaram conosco na elaboração dos Ppcs. Tem nos apoiado com a logística de visita às aldeias. Ajudaram nas inscrições dos alunos. Divulgaram o edital indígena para selecionarmos os profissionais. Enfim, eles abriram caminho para o bom andamento da execução dos cursos. Somos uma grande equipe, Pronatec/Ifac, Funai e Opiac. Estamos juntos para que um trabalho de excelência seja desenvolvido nas aldeias”, completou a coordenadora.

O próximo passo é a continuidade do curso. Josimar já encerrou a carga horária da disciplina dele e agora quem assume é o também Katukina Carlos Petronio de Souza Queiroz. Ele assume a turma de Agricultor Florestal para ministrar a disciplina de “Diagnóstico e planejamento de plantio”.

“O curso é muito importante para eles e para mim também!! Também nunca dei aulas de qualificação profissional na minha comunidade. Tenho certeza que será um aprendizado mútuo”, finalizou o professor.

voltar ao topo

Facebook