Main menu
Violência contra a mulher é debatida em evento do Pronatec/Mulheres Mil

Violência contra a mulher é debatida em evento do Pronatec/Mulheres Mil

Na tarde de quarta-feira, 09, os alunos e servidores doCampusRio Branco participaram de várias atividades em alusão ao Dia Internacional da Mulher (8 de março). O evento foi promovido pela Coordenação Adjunta do Pronatec/Mulheres Mil no Instituto Federal do Acre (Ifac) com o objetivo de homenagear as mulheres, além de trazer informações sobre seus direitos e o combate à violência doméstica.

Às 15 horas teve início uma palestra da equipe da Vara de Proteção à Mulher do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) sobre a violência contra a mulher. As psicólogas Ana Kelly Feitosa e Cleudina Ribeiro abordaram a Lei Maria da Penha, os diversos tipos de violência e seus potencializadores e o papel da Vara de Proteção à Mulher no acolhimento às vítimas. O público interagiu com perguntas, sugestões e compartilhando experiências.

 Em seguida, teve início o sarau com a leitura do soneto "A Mulher", de Renã Leite Pontes, pela professora Margareth Edul Prado. A poetisa Cecília Ugalde que é também servidora do Ifac declamou o poema "Alma de Mulher é Berço de Sonhos e Segredos". Por último, a arte-educadora Fátima Cordeiro fez uma contação de história com a encenação de voluntários da plateia. A narrativa escolhida foi "O Nascimento do Amor", de Francisco Gregório. Nohallde entrada doCampusRio Branco, diversas peças artísticas sobre o universo feminino de autoria de mulheres estão expostas até o fim do mês.

Encerrando a tarde, a professora da Universidade Federal do Acre (Ufac) Margareth Edul Prado, doutora em Teorias da Crítica e da Cultura proferiu uma palestra sobre a mulher na história e a violência de gênero. A professora explicou sobre a formação do patriarcado de onde vem a desigualdade no tratamento com a mulher e as conquistas ao longo do tempo com o movimento feminista.

Os temas abordados nas duas palestras da tarde despertaram o interesse de diversos estudantes presentes no auditório doCampusRio Branco, como da aluna do curso de Operador de Informática do Pronatec, Leandra Paula de Oliveira. “Achei as palestras muito interessantes porque não é todo dia que a gente discute esses assuntos”, disse. Para ela, é importante que mesmo as mulheres que não estão em relacionamentos se conscientizem sobre os temas.

Programação– Desde a segunda-feira, 7, várias atividades são organizadas no Ifac para o público feminino. Logo pela manhãa equipe do Pronatec/Mulheres Mil esteve na Vara de Proteção à Mulherpara apresentar as oportunidades de capacitação que o Ifac oferece por meio dos cursos de nível médio, superior e profissionalizantes. No mesmo dia, aconteceu na Praça São Gabriel em Xapuri, uma mostra de produções das alunas do Mulheres Mil.

Segundo a coordenadora adjunta do Pronatec/Mulheres Mil no Ifac, Mariete Buriti, a programação segue na sexta-feira, 10, noCampusRio Branco com um dia de beleza para as mulheres quando serão oferecidos gratuitamente serviços de corte de cabelo, escova, penteado, maquiagem e sobrancelha. Pela manhã haverá atendimento médico para o público feminino. A proposta, segundo a coordenadora, é levantar a autoestima das mulheres.

Na próxima semana, as coordenações do Mulheres Mil estão programando atividades noscampiTarauacá, Cruzeiro do Sul e Sena Madureira.

violencia-mulher-mulheres-mil-crb

voltar ao topo

Facebook