Main menu
Curso de Identificador Florestal capacita alunos em botânica amazônica

Curso de Identificador Florestal capacita alunos em botânica amazônica

É no centro da Reserva Extrativista Chico Mendes, em Xapuri, que o Instituto Federal do Acre (Ifac) oferta o curso de Identificador Florestal. A comunidade do seringal Floresta, colocação Rio Branco, foi alcançada pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e desde janeiro tem aulas que desenvolvem o conhecimento da legislação florestal, as práticas de coleta e herborização de material botânico, a identificação das espécies, cálculo de volume e medição de árvores, noções de segurança no trabalho florestal, empreendedorismo, associativismo e cooperativismo.

Uma das formas adotadas para desenvolver essas competências é a realização de aulas práticas e a proximidade com a floresta facilita muito isso. Um exemplo foi a atividade coordenada pela professora Alana Fernandes. A engenheira florestal colocou os alunos em um contato mais científico com as espécies que rodeiam o seringal Floresta. A proposta foi iniciar a identificação das árvores com o apontamento da nomenclatura e a classificação científica de cada uma, quem sabe o primeiro passo para um inventário do que é possível encontrar no espaço onde eles vivem ou até da construção de um herbário na comunidade.

“É importante que os profissionais da identificação florestal detenham conhecimento tradicional, associado ao conhecimento científico sobre a nomenclatura e classificação botânica. A união desses dois fatores auxilia a atuação dos mateiros e contribui para a conservação da floresta. Trabalho fácil com essa turma, já que o contato com a floresta faz parte da rotina deles”, destacou a professora Alana.

voltar ao topo

Facebook